Sensualidade não é sexo, sensualidade é sublimação.

September 10, 2017

          Muito comum observarmos mães gritando com seus filhos, esposas se exaltando com seus maridos, namoradas se expressando socialmente de forma rudi, grosseira, mostrando seu ser não SENSUAL.

          Com o advento da busca pela liberdade feminina que teve início por volta dos anos 70, a mulher meio que se perdeu dentro de seu mundo, se por um lado “se libertou” por outro se perdeu, perdeu seu maior vislumbre, sua SENSUALIDADE.

          Na busca de sua alforria, sua liberdade e o desejo de ocupar um espaço que até então era pertencente ao mundo masculino, a mulher teve que se impor, se mostrar respeitada, mesmo que fosse a força, assim foi aos poucos se distanciando da SENSUALIDADE.

         O desfecho desta conquista se mostra hoje na figura de uma mulher forte, destemida, que enfrenta o homem face a face, que luta pelos seus objetivos, mas também mostra uma mulher fragilizada, que sofre por não ser como o homem e por não ser como mulher, SENSUAL.

           Mulheres, não tenham medo de serem sensuais, usem desta condição como forma de se mostrarem protagonistas na relação, vocês são poderosas e sublimes, exerçam este papel e façam a diferença. Sejam sensuais ao falar, sensuais ao vestirem, sensuais ao andarem , sejam mulheres admiradas e desejadas, e lembrem-se que SENSUALIDADE acima de tudo é uma expressão de inteligência.

Please reload